terça-feira, 7 de julho de 2009

Bad, bad Bunnie!

::
Bom quem sabe daqui a pouco não sai um manual aqui de etiqueta sobre o que NÃO fazer nas primeiras vezes né!

Neste caso, na verdade, é algo que nunca deve ser feito. Quem sabe com uma boneca inflável, mas nunca com uma mulher de verdade.

A noite já começou errada. Com um convite pra ir na casa e mal ter um copo de água pra servir. A pessoa aqui faminta por ter ido direto depois da aula pra lá e ficar constrangida de falar...ok, pensei que devia ter me planejado pra comer algo antes.c Tour pelo apê (dos pais que estavam viajando) o destino foi o quarto seguido da pergunta: vamos ver um filme? Aquela situação meio estranha, constrangedora. Sem nem aquela quebra gelo de uma bebidinha pra dar uma relaxada. Não sou ingênua de achar que ia pra lá pra não rolar nada, mas também que é sempre necessário criar um clima. Tentando vencer todas as barreiras começa a passar o tal filme. Beijos aqui, beijos ali, o clima começa a querer esquentar até começar a sentir que a pessoa está tensa, estranha, parece que te pega com as pontas dos dedos e não com a mão inteira. Ok, ele está nervoso, é guri. A gente tenta passar por cima e deixar o clima mais agradável, provoca aqui, toca ali, beija lá e assim vai. Dai que a pessoa tenta transar sem camisinha, dai você diz que não e ele vai lá e veste o rapaz. Só que quando a função começa o cara começa a te comer como um coelho, alooou??? Tem uma pessoa aqui e não só um buraco! Não tem como gente, ficar toda assada de uma comida das mais mal dadas? Nem pensar! Mesmo depois de dar uma desculpa qualquer pra terminar a tortura, a pessoa completa querendo terminar batendo uma e gozando na tua boca sem nem ter feito um oral em ti! A gota d'agua!

Me mijei de rir quando revi uma cena de sex and the city do episódio The Catch. É aquele que a Carrie fica com o Best man do segundo casamento da Charlotte, e no outro dia tá toda dolorida pq ele tbém é adepto do bunnie style. Não achei o vídeo, mas se achar acrescento aqui no post. A melhor parte é quando o amigo da carrie pergunta se heteros ainda podem fazer isso... :)

Bom, a saída foi parar a coisa onde estava e dar o fora o mais rápido possível. Tem gente que não merece nem uma segunda chance! Troféu sem noção, de repente mando pro HTP!

Dica pra não cair numa ruim dessas: dá uma reparada no cara quando ele ta dançando, se quando vcs estão abraçados dançando ele tem dificuldades de acompanhar o ritmo, ou se mesmo sozinho existe uma dificuldade de estar no ritmo da música. As chances dele mandar mal no sexo, são gigantes. E não confundam isso com saber dançar e dar show na pista, mas sim saber controlar um ritmo, nem q seja só aquela balançada tímida de cabeça.

4 comentários:

Anônimo disse...

Concordo plenamente! Percebendo uma falta de sincronismo com a música, caiam fora, garotas! E mais uma dica pros meninos: queridos, não façam careta enquanto nos comem, ou pelo menos treinem antes pra garantir que não ficar ridículos e esculhambar com o nosso tesão!

Roxy McSummer disse...

hahahahah esqueci desse detalhe! Mas fazia a cara bisonha também, parecia tentando imitar o Jim Carrey naqueles papéis palhaços dele hahaahaha TERRÍVEL!

Anônimo disse...

O negócio já começa mal quando o gurizinho, pq só chamndo assim, não se apresenta nem com uma bebidinha para descontrair, depois o númeto pá e pum rapinho como um coelho, passando para, quero tranzar sem camisinha e finalizando com quero gozar na tua boca, aloooou com quem tu anda saindo hein amiguinho, pelo amor de deus!!! Quem sabe, quando tu começar a sair com mulher de verdade alguém ainda te de alguma chance, depois os homens reclamam que a gente sai com eles e logo depois não atendemos mais o telefone, precisamos nos explicar ainda hahahaha
Sinceramente é de se pensar o eu estou fazendo aqui, não sirvo para ser mulher inflável :(

Lipe disse...

PQP! Fantástico o blog! Voltarei mais vezes para visitar vcs! Bjs